O que é e o que faz a R•Crio

A R-Crio é um Centro de Tecnologia Celular (CTC) especializado no armazenamento de células-tronco extraídas da polpa do dente de leite. Com sua operação autorizada pela Anvisa, possui patente requerida junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) em tecnologia de isolamento, processamento, expansão e criopreservação de células-tronco mesenquimais.

História e Investimento

A companhia, fundada em 2013 por José Ricardo Muniz Ferreira – doutor em Biomateriais pelo Instituto Militar de Engenharia (IME-RJ) e dentista por formação, tornou-se referência mundial devido ao seu rigoroso padrão de qualidade. Desde o início contou com a assessoria científica de Roberto Fanganiello, biólogo e Ph.D em Genética Humana pela Universidade de São Paulo (USP) e pela Universidade de Yale. Com atuação em todo o Brasil, hoje a companhia tem um time de cientistas e especialistas formados pelas principais instituições de ensino e pesquisa do Brasil e do exterior, e mais de mil dentistas atuando em diferentes estados credenciados à sua rede.

José Ricardo afirma que a R-Crio surgiu do sonho de atuar na vanguarda da medicina regenerativa. Como dentista, ele sabia da importância da regeneração óssea para seus pacientes, e as células-tronco da polpa do dente possuem grande importância nesse contexto. “A medicina regenerativa é interdisciplinar e incorpora elementos de áreas como engenharia, e ciências biomédicas, incluindo a odontologia. Por ter como base a regeneração de células, tecidos e órgãos, esta área da medicina exerce um papel que vai além da cura: ela devolve ao indivíduo o prazer de viver”, explica o presidente da R-Crio.

A R-Crio já recebeu um aporte de R$20 milhões, investimento que não para de crescer, assim como o número de pesquisas com células-tronco no Brasil e no mundo. Hoje, de acordo com dados da National Institutes of Health (NIH), existem no mundo mais de 5 mil testes clínicos, isto é, pesquisas com células-tronco em humanos. Somente em 2015, foram feitos mais de 533 testes clínicos utilizando células-tronco mesenquimais, boa parte delas provenientes da polpa do dente de leite.

Serviços

O principal serviço oferecido é o armazenamento de células-tronco da polpa do dente de leite para uso futuro como terapia. Realizado por dentistas treinados pela R-Crio, o procedimento consiste em remover o dente de leite no consultório clínico, enquanto ele ainda possui um terço de raiz. Após sua extração, o material é encaminhado para o laboratório da companhia em um prazo máximo de 48 horas. No laboratório, as células-tronco da polpa são extraídas e multiplicadas, além de passarem por testes que comprovarão sua qualidade e aplicabilidade. Atestado o seu real potencial, a companhia armazena essas células em seu tanque de nitrogênio, sendo preservado pelo tempo que for necessário.

RCrio na NASANASA

Reconhecidos internacionalmente, os especialistas José Ricardo Muniz Ferreira e Roberto Fanganiello foram os primeiros brasileiros convidados a se apresentar no Space Life Science Laboratory, que é fruto de uma parceria entre o Governo da Flórida e a NASA, na Merritt Island, nos Estados Unidos. No workshop apresentado no dia 27 de abril deste ano, os cientistas falaram sobre empreendedorismo, inovação e pesquisas sobre células-tronco mesenquimais.

DentalCell

Inaugurado no final de março de 2016, o espaço funciona como um centro de atendimento multidisciplinar em saúde. Dirigida pela cirurgiã-dentista Daniela Bueno, a DentalCell é a primeira clínica licenciada nacional da R-Crio. “Não se faz ciência sem entrega para a sociedade. Com a DentalCell queremos tirar o conhecimento científico da bancada para entregar serviços em saúde que englobem tecnologia e qualidade”, afirma José Ricardo.

No espaço são oferecidos serviços exclusivos como tratamentos odontológicos personalizados, acompanhamentos com fonoaudiólogos e psicólogos, e assessoramento genético para famílias de pacientes autistas. A clínica também conta com os serviços de extração dos dentes de leite para criopreservação das células-tronco da polpa do dente de leite.