Prevenir é sempre melhor que remediar. Clichê, mas não deixa de ser verdade. Ao longo das últimas décadas, a sociedade desenvolveu diversas novas formas de prevenção, entendendo que é muito mais barato e inteligente antever probleminhas de saúde que naturalmente irão aparecer ao longo da vida. Mesmo assim, a pandemia do Novo Coronavírus mostrou que ainda há muito o que pensarmos, e novas soluções para a prevenção de saúde se mostram cada vez mais necessárias. Entenda nesse texto o que é a medicina preventiva, e quais são os efeitos dela na nossa saúde e também para toda sociedade.

O que é medicina preventiva?

A medicina preventiva busca formas de prever o aparecimento de doenças e outros problemas. Ela também é focada em evitar o desenvolvimento das doenças quando já existem. Ela busca substituir o modelo curativo da medicina, e implica em assistir o paciente a ter uma vida mais saudável, de acordo com sua própria condição.

Muitas doenças e enfermidades precisam da medicina preventiva. Transplantados, por exemplo, devem fazer acompanhamentos médicos com a finalidade de prevenção somente. O foco da medicina preventiva é a qualidade de vida do paciente. Leia mais sobre qualidade de vida nesse nosso outro texto.

Prevenção nos dias de hoje.

A pandemia que estamos vivendo nos mostrou a importância da prevenção. Pudemos ver que ainda não estamos preparados para tudo, e que, apesar da ciência ter tantas respostas, ainda podemos ser pegos de surpresa em relação ao surgimento de novas e desafiadoras enfermidades. A vacinação está evoluindo no Brasil e no mundo, já sendo relacionada com a diminuição dos óbitos e contaminações em todo planeta. O Jornal USP diz que, segundo o Epidemiologista e Professor Paulo Lotufo, da USP, no início de janeiro de 2021, 80% das mortes relacionadas ao Covid-19 em São Paulo eram de pessoas com mais de 70 anos. Hoje, essa maioria ocorre com pessoas abaixo de 60 anos.

“Estamos vendo que realmente está tendo uma queda aqui em São Paulo, tanto nos hospitais particulares quanto nos hospitais públicos”, diz o professor ao Jornal USP. Ele conclui que isso leva a crer que o impacto da vacina é importante, mesmo com o relaxamento das atitudes de distanciamento social frente às novas variantes do vírus.

Células-tronco como prevenção.

O armazenamento de células-tronco segue uma premissa básica: se nos prevenirmos e cuidarmos de nossa saúde, iremos envelhecer e viver muitos anos. A longevidade é inevitável e é isso que desejamos. Entretanto, o envelhecimento traz consigo novos problemas. Nosso corpo naturalmente envelhece, e órgãos e células que antes desempenhavam certas funções com excelência passam a não funcionar da maneira correta.

Algumas doenças, como a diabetes e degenerações dos ossos e/ou cartilagem, são exatamente isso. Na idade adulta ou velhice, quando o corpo forma novas células, elas podem sair com algum “erro” em sua função principal: células de osso que demoram para regenerar fraturas, neurônios que não se comunicam direito, células produtoras de insulina que não produzem o hormônio, e por aí vai… E acredite: isso é natural. Devemos entender isso o quanto antes, e nos prevenir da melhor forma. Leia sobre o armazenamento de células-tronco aqui.

O corpo também dá sinais ao longo da vida, além de que sempre temos como nos basear em nossos familiares. Doenças hereditárias e pré-disposições genéticas podem ajudar a identificarmos e nos prevenirmos de enfermidades que eventualmente aparecerão. O armazenamento de células-tronco é como guardar “peças de reposição” para seu corpo: você armazena suas células-tronco hoje para serem usadas hoje ou em outros momentos da vida quando as células começarem a falhar.

Medicina preventiva: algumas áreas de atuação.

O tema da vacinação está em alta por ser o momento que vivemos hoje, mas existem diversas outras formas de prevenir a sua saúde e também de sua família. A medicina preventiva enxerga nossa saúde de uma maneira geral, encontrando detalhes em nosso dia a dia que podem fazer toda a diferença em nossa vida. Veja alguns deles:

Check-ups recorrentes

Fazer consultas de prevenção com o médico e check-ups anuais é uma excelente forma de se prevenir. Sabemos que doenças graves, como o câncer, possuem muito mais chances de tratamento quando no início. Muitas delas são silenciosas, e dão as caras somente quando estão mais evoluídas. Devemos ficar atentos e ir no médico frequentemente.

Nutrição e atividade física

Para nosso corpo funcionar corretamente, ele precisa de determinados nutrientes. Por isso, para preservar o funcionamento adequado de seu corpo, atente-se a sua alimentação. Toxinas acumuladas da má alimentação, como gorduras e elementos artificiais também implicam na saúde de nossas células e de nosso corpo em geral. O movimento também é importante para nos mantermos saudáveis. Procure caminhar e se exercitar.

Vacinação em dia

Falamos sobre a vacinação contra o Covid-19, mas devemos nos lembrar de manter a carteirinha de vacinação em dia. Vacina contra a Gripe, Febre Amarela, Sarampo, Tuberculose, Hepatite B, Tétano, são alguns exemplos de vacinas obrigatórias para você se proteger e proteger todos ao seu redor. Nesse link do Ministério da Saúde você pode conferir todas as vacinas obrigatórias, de acordo com faixa-etária.

Limpeza e segurança

É difícil acreditarmos, mas boa parte do mundo ainda não tem acesso a higiene e saneamento básico. Podemos prevenir inúmeras doenças somente por meio de atitudes simples, como escovando os dentes todos os dias ou não colocando a mão na boca com frequência. A falta de saneamento básico, somado a falta de instrução e recursos de algumas famílias, também faz com que haja o surgimento de doenças e infecções.

Campanhas e conscientização

Principalmente no Brasil, campanhas de conscientização contra algumas doenças são bem comuns. A dengue, por exemplo, é amplamente combatida com campanhas, fiscalização e propagandas de conscientização. A prevenção contra o Covid-19 também entra nesse espectro quando falamos sobre uso de máscara e higienização das mãos. Nesses e outros casos, a prevenção da doença está diretamente relacionada às atitudes pessoais e educação da população.

Quer prevenção? Fala com a gente!

Queremos que você tenha mais chances de prevenção com sua saúde, por isso a R-Crio é focada em oferecer mais uma forma de acesso a saúde para você e sua família por meio do armazenamento de células-tronco. Previna-se, e inclua o armazenamento em seu planejamento familiar, preparando um material valioso para você envelhecer com mais qualidade de vida e mais saúde.

Esperamos você no texto da semana que vem! Até mais.