O friozinho já chegou em boa parte do Brasil, e no fim do mês que vem entraremos definitivamente na estação mais gelada do ano. E junto com ele também vem o aumento de doenças relacionadas aos meses frios, como os resfriados. Ainda mais para os pequenos, essa época sugere um aumento na incidência dessas doenças. Isso porque os pequenos costumam colocar mais as mãos na boca, brincar e rolar como se não houvesse amanhã, além de terem contato com muitas outras crianças na escolinha. Pensando nisso, nosso texto de hoje vai listar algumas formas de prevenção com a saúde das crianças no inverno. Vamos lá?

A saúde das crianças é mais frágil?

De acordo com o blog do Benegripe, sim!

Nessa fase da vida é mais comum a ocorrência de viroses e infecções. Isso porque o sistema imunológico das crianças ainda está em formação, com baixa produção de anticorpos. Segundo a imunologista Laira Vidal, é somente por volta dos 4 anos de idade que a criança alcança a maturidade imunológica e passa a ser menos suscetível a infecções.

Ao nascer, os anticorpos são fornecidos pela mãe durante o período de gestação, e continua durante o aleitamento materno. Mesmo assim, as crianças ainda não possuem todos anticorpos necessários para combater doenças mais simples, por isso tendem a ficar mais doentes do que os adultos.

Em média, é comum que crianças em idade pré-escolar apresentem infecções virais 12 vezes por ano.

Cuidados com a saúde no inverno.

Se você está acompanhando o Instagram da R-Crio esse mês, deve ter visto algumas de nossas dicas sobre saúde nessa época.

Para as crianças, os cuidados devem ser redobrados nessa época, especialmente pela imunidade baixa nessa fase da vida.

O inverno é uma época onde há maior incidência de doenças por diferentes motivos. A CNN Brasil, por exemplo, cita que o vírus da Influenza fica com sua membrana externa mais sólida e elástica nos meses frios, e cientistas acreditam que essa estrutura mais sólida facilita a transmissão de pessoa para pessoa.

Outro ponto de atenção ao inverno é o ar seco. A mesma matéria da CNN destaca um estudo do NIH – National Institute of Health -, sugerindo que o ar seco ajuda o vírus da gripe permanecer infeccioso por mais tempo. Além disso, o ar seco e gelado também faz a imunidade abaixar. Por esse motivo, usar um lenço ou máscara na boca e nariz pode ajudar a prevenir doenças, uma vez que o ar não entrará tão gelado nos pulmões.

E mais: nos meses frios, a tendência é tomarmos menos sol e praticarmos menos atividades físicas, o que também diminui nossa imunidade. Nesse sentido, ficamos mais dentro de casa em ambientes fechados, também contribuindo para a propagação de doenças.

Quais as melhores formas de prevenção com a saúde das crianças no inverno?

Portanto, o inverno é um prato cheio para a propagação de doenças e agentes infecciosos nas crianças. Mesmo assim, existem métodos de prevenção simples que podem ajudar – e muito – os pequenos passarem por essa estação da melhor maneira.

lista de vacinas prevenção saúde no inverno

Vacinação em dia.

Todos sabemos a importância da vacinação, principalmente depois dos últimos anos de pandemia. As vacinas estimulam o sistema imunológico a produzir os anticorpos contra determinados agentes patogênicos. Segundo o site do Brasil Escola, a criançada deve tomar as seguintes vacinas até os 4 anos:

  • Ao nascer: BCG e contra Hepatite B;
  • Dois meses: Pentavalente, VIP/VOP (contra poliomielite), Pneumocócica 10 V e Rotavírus;
  • Três meses: Meningocócica C;
  • Quatro meses: Segunda dose da Pentavalente, VIP, Pneumocócica 10 V e Rotavírus;
  • Cinco meses: Segunda dose da Meningocócica C;
  • Seis meses: Terceira dose da Pentavalente e VIP;
  • Nove meses: Dose única contra Febre Amarela;
  • Dose meses: Reforço da Pneumocócica 10 V e da Meningocócica C. Também primeira dose da Tríplice Viral contra caxumba, rubéola e sarampo;
  • Quinze meses (1 ano e 3 meses): Reforço da Penta com DTP e primeiro reforço da VIP com VOP. Também é feita a dose da vacina contra a Hepatite A e uma dose da Tetraviral.
  • Com quatro anos: Segundo reforço com DTP e com VOP.

Higiene básica.

Estamos falando principalmente em lavar as mãos e colocar a mão na frente quando espirrar. A mão está frequentemente em contato com superfícies e, no caso dos pequenos, também frequentemente vão à boca. E já que estamos falando sobre o inverno, nessa época é comum que o nariz fique escorrendo. Assim, também é comum que a criançada esfregue e coce o nariz com frequência, aumentando a disseminação de doenças.

Por isso, o recomendado é que a criança leve paninhos ou até mesmo álcool em gel para a escola. Nesse caso, os professores também devem ter essa responsabilidade, bem como também tomar os mesmos cuidados no ambiente escolar.

Alimentação saudável.

A alimentação está diretamente relacionada ao sistema imunológico. Se você tiver crianças em casa, deve saber que não é tão fácil assim fazer os pequenos se alimentarem bem. Alimentos ultraprocessados, como biscoitos, refrigerantes e salgadinhos são pobres em vitaminas e, em grandes quantidades, podem causar danos ao organismo e obesidade infantil (leia aqui sobre isso).

alimentação saudável para crianças

O desafio é fazer as crianças comerem frutas, legumes e verduras, alimentos ricos em vitaminas. Nossa dica é tentar transformar o consumo desses alimentos divertido. Por exemplo, as famílias podem fazer rostinhos no prato com legumes e verduras, ou até mesmo fazer alimentos que as crianças já gostam, mas com ingredientes saudáveis. Também pode ser uma opção relacionar determinado alimento com um personagem que a criança goste, como a cenoura e o Pernalonga, ou a espinafre e o Popeye.

E atenção à sua própria alimentação: o exemplo começa com os pais.

Quer uma forma especial de prevenção para seus filhos?

Nessa fase da vida também dá para se planejar e oferecer uma forma de prevenção especial para seus filhotes: o armazenamento de células-tronco!

Guardar as células-tronco das crianças é uma forma moderna e bastante consciente sobre o futuro delas. Hoje, a medicina está cada vez mais preparada para vencer as doenças infecciosas, mas ainda busca uma solução para as doenças relacionadas ao envelhecimento.

Pode ser difícil hoje imaginarmos nossos pequenos com 50, 60, 70 anos de idade, mas é uma realidade que eles vão chegar nessa idade e muito mais! A expectativa de vida vem aumentando no mundo todo, e cada vez mais devemos nos preparar para as doenças do envelhecimento, como Alzheimer, Diabetes e Doenças Cardíacas.

Armazenamento de células-tronco com a R•Crio!

Pensando nisso, a R-Crio oferece a oportunidade de crianças coletarem suas células-tronco jovens, congelarem e guardarem para o resto da vida! Assim, quando forem adultas e o corpo precisar de uma “forcinha a mais”, elas terão suas células da infância guardadas com toda juventude e saúde dessa época para usarem de muitas formas! 🙂

Por hoje é só! Continue lendo nosso blog para se aventurar no universo da medicina regenerativa e armazenamento de células-tronco, além de conhecer mais ainda sobre saúde e prevenção. Até um próximo texto!


Summary
Article Name
Formas de prevenção com a saúde das crianças no inverno
Description
Conheça os motivos para ter mais cuidado com a saúde das crianças no inverno, e as principais formas de prevenção para essa época.
Author
Publisher Name
R-Crio Células-tronco